Igor Rickli rebate críticas após assumir bissexualidade: "Estranho é bom"

Aline Wirley e Igor Rickli no Rock in Rio 2022; ator rebateu críticas sobre o seu modo de se vestir (Foto: Webert Belicio/AgNews)

Aline Wirley e Igor Rickli no Rock in Rio 2022; ator rebateu críticas sobre o seu modo de se vestir (Foto: Webert Belicio/AgNews)

Após assumir ser bissexual e revelar que mantém um casamento aberto com Aline Wirley, Igor Rickli usou as ruas redes sociais para rebater críticas que tem recebido nos últimos dias. Na publicação, o ator contou que os comentários negativos costumam se referir ao seu modo de se vestir, que inclui roupas femininas, muitas vezes "roubadas" da esposa.

“Tenho escutado tanto: 'Igor, vc tá tão estranho', que fui buscar a definição correta... 'Estranho: adjetivo substantivo masculino, que ou o que se caracteriza pelo caráter extraordinário, excêntrico, que ou o que é de fora, que ou o que é estrangeiro'”, começou.

“ESTRANHO É BOM GENTE!!! Prefiro estranho a ordinário! 'Ordinário: conforme ao costume, à ordem normal; comum. Que se repete regularmente, ou se faz presente a todo instante'. Beijos aos ordinários”, ainda brincou Igor.

Igor e Aline decidiram expor o seu relacionamento aberto no início deste mês: "Celebramos a diversidade como divina. Entendemos o sexo pelo viés da saúde e não do erótico. Nossa bissexualidade só potencializa nossa relação. Curamos um ao outro na nossa dualidade", escreveu o ator em suas redes socias.

"Trabalhamos pra manifestar o sagrado masculino e feminino em harmonia em cada um de nós. Nos reconhecemos como parceiros e não como posse um do outro. Nossa relação é sincera, aberta e respeitosa. Evocamos o amor, e não o romântico. O real, que cuida na dor, que limpa a ferida, que nutre de saúde e que se apaixona pela vida", continuou.

Antes disso, o ator havia conversado com o Yahoo! sobre o seu modo de se vestir, ao aparecer de saia no Rock in Rio 2022, emprestada da esposa: "É uma escolha conjunta. Tenho que participar ajudando ela, ela me ajudando, é uma loucura", contou o ator.

Na ocasião, Igor ainda disse que usar saia não é novidade para ele. "É importantíssimo a gente tratar isso com naturalidade. Pelo amor de Deus, é uma roupa! Isso não determina o caráter de ninguém. A gente tem que cada vez mais ganhar espaço para que a moda comunique esse lugar de libertação, de positividade. Vamos para frente, vamos evoluir, vamos abranger os novos pensamentos para não ficar limitado em um pensamento quadrado, machista, retrógrado. A gente está num momento de expansão", defendeu.

Notícias semelhantes