Topics quentes fechar

Preservativos e testes rápidos disponíveis nas unidades de saúde

Métodos de prevenção estão sendo intensificados.

Publicado em 22/12/2021 16h34.

Métodos de prevenção estão sendo intensificados.

Preservativos e testes rápidos disponíveis nas unidades de saúde
Foto: Secom/Jorge Magalhães

Acorda Cidade

A distribuição de preservativos está sendo intensificada neste mês pela Prefeitura de Feira na campanha Dezembro Vermelho - que chama a atenção para a prevenção e diagnóstico do HIV.

Utilizar preservativo durante a relação sexual é uma medida simples que pode evitar o contágio de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST's). O método é disponibilizado gratuitamente em qualquer unidade de saúde.

Para adquirir é bem simples e basta solicitar na recepção das unidades de saúde. Em menos de trinta minutos também é possível realizar teste rápido que permite o diagnóstico da doença.

Além do preservativo, o município dispõe de outros métodos de prevenção, como a Profilaxia Pós-Exposição ao HIV (PEP), medicação que pode ser tomada até 72h após exposto a uma situação de risco.

O serviço pode ser encontrado no Centro de Referência IST/HIV/AIDS e HV, nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) dos bairros Queimadinha e Mangabeira, no Hospital Clériston Andrade (HGCA) e no Hospital Estadual da Criança (HEC).

PREVENÇÃO

Outro investimento em prevenção será incluído em janeiro do próximo ano, como a Profilaxia Pré Exposição (Prep), que segue em processo de implantação. O método prevê o uso contínuo de medicamentos que previvem o vírus do HIV e será destinado a populações chaves, como profissionais do sexo que se expõem cotidianamente.

É importante lembrar que a transmissão do HIV ocorre de diversas formas: por relação sexual desprotegida, anal, oral e vaginal; transfusão de sangue contaminado; contato com seringas, agulhas e quaisquer outros materiais perfurocortantes infectados e através da mulher infectada para o feto durante a gravidez.

Em Feira de Santana, mais de 3 mil pessoas estão em tratamento contra a doença no Centro Municipal de Referência em Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST).

As informações são da Secretaria de Comunicação  

Notícias mais populares dessa semana