Topics quentes fechar

Professor que usou roupa da Ku Klux Klan é afastado do cargo

Em nota, a escola informou que o docente reconheceu a atitude inadequada e pediu desculpas
Vídeo
Ele foi filmado por alunos andando no pátio vestido com roupas alusivas à organização racista Ku Klux Klan (foto: Twitter/Reprodução)
A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo afastou um professor de história da Escola Estadual Amaral Wagner, localizada em Santo André, no ABC paulista. Ele foi filmado por alunos andando no pátio vestido com roupas alusivas à organização racista Ku Klux Klan. O vídeo circulou nas redes sociais na noite dessa segunda-feira (20/12) e o caso ocorreu em 8 de dezembro, durante a Semana da Olimpíada e da Semana Temática. Por causa dos eventos, os professores e alunos puderam escolher os trajes que usariam para participarem do Desfile de Fantasias.

O professor e deputado estadual Carlos Giannazi (Psol) publicou em sua rede social a imagem do professor e logo depois a atlética da escola liberou uma nota de esclarecimento.

Inaceitável!Estou acionando a Seduc e a Diretoria de Ensino de Santo André contra essa cena racista e deplorável de um professor fantasiado com a roupa da Ku Klux Klan, dentro da EE Amaral Vagner. Racistas, nãoPassarão! pic.twitter.com/lAT4dKoltT

%u2014 Prof. Carlos Giannazi %uD83D%uDCDA%uD83C%uDFB8 (@carlosgiannazi) December 20, 2021
 

  

No texto divulgado pela escola, ao entrar na quadra, o professor de história foi vaiado e retirado do local pelos estudantes e membros do grêmio e da atlética que estavam presentes. O docente reconheceu a atitude inadequada e pediu desculpas.

A secretaria informou ainda que ele não retornará para as funções até que a apuração preliminar termine. A Diretoria de Ensino de Santo André criou uma comissão inter-racial para averiguar o caso.

Em nota, a secretaria ainda diz que não admite qualquer forma de discriminação e injúria racial e trabalha na formação de toda a rede com a Trilha Antirracista, além de atuar na promoção de um ambiente solidário, colaborativo, acolhedor e seguro.

*Estagiária sob supervisão do subeditor Eduardo Oliveira 

Notícias semelhantes
Notícias mais populares dessa semana