Topics quentes fechar

Feliz Natal com muita empatia

Jornal sobre tudo envolvendo economia, política, educação, esportes, saúde, entretenimento, acontecimentos nacionais e da região de campinas

Há mais de 1,6 mil anos, boa parte da população mundial, notadamente na sociedade cristã ocidental, comemora no dia 25 de dezembro o Natal. Neste dia, os cristãos celebram o nascimento de Jesus Cristo que, nos primórdios do cristianismo, era lembrado em datas diferentes, pois não se sabia a data exata de seu nascimento. Quem resolveu a questão foi o papa Julius, no século IV, que estabeleceu o dia 25 de dezembro. Historiadores sustentam que a data foi escolhida para atrair mais adeptos ao cristianismo, dado que nesta data várias festas pagãs eram realizadas na Europa. Assim, era possível misturar elementos cristãos com pagãos, uma espécie de sincretismo religioso, como foi adotado no Brasil durante o período colonial.

Os romanos, por exemplo, comemoravam o solstício de inverno numa adoração ao Deus Sol. Outra celebração que pode ter influenciado o Natal é o Yule e ou Jól, realizada pelos nórdicos da Era Viking, também em homenagem ao solstício de inverno. Mas é em Jesus que se concentra a única razão da existência desta festa. Conforme o texto bíblico, Jesus Cristo nasceu em Belém (Palestina) e era filho de José e Maria. José era um judeu e precisava ir a Belém participar de um censo realizado pelo Império Romano. Chegando lá, o casal teve que se acomodar num estábulo. Foi nesse lugar que Maria deu à luz Jesus Cristo.

Neste Natal, as famílias terão a oportunidade de se reencontrar em Cristo, após serem impedidas de se reunir no ano passado devido à pandemia do coronavírus. Após tanto sofrimento e milhares de mortes, é preciso extrair uma lição de vida desta tormenta. Talvez o maior ensinamento esteja em uma simples palavra: empatia, que é a capacidade de se identificar com outra pessoa, de sentir o que o outro sente e de se colocar no lugar do próximo. O texto bíblico nos traz esse ensinamento em João 3:16: "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna". Neste Natal, coloque-se no lugar do outro. Feliz Natal!
Notícias semelhantes
Notícias mais populares dessa semana