Topics quentes fechar

Royal Enfield oferece reprogramação para Meteor, Himalayan e 650

Royal Enfield oferece aos proprietários de Meteor, Himalayan, Interceptor e Continental GT uma reprogramação da central eletrônica

A Himalayan marcou o início de uma nova era para a Royal Enfield globalmente. Foi a primeira moto apresentada pela marca a não suceder diretamente os clássicos modelos da década de 1950, como eram a Classic 500 e a Bullet 500. Com um novo motor e um chassi inédito, a moto colocou a Royal no mercado de aventureiras intermediárias.

Porém, desde que foi apresentada por aqui, a Royal Enfield Himalayan sofria reclamações por parte de alguns clientes que afirmavam que a moto sofria de pré-ignição com a nossa gasolina. As acusações circularam pelos grupos de proprietários na internet desde o lançamento da aventureira, no início de 2019. 

Royal Enfield Himalayan

Agora, a Royal Enfield enviou um comunicado para os proprietários não só da Himalayan, como também de Meteor 350, Interceptor 650 e Continental GT 650, dizendo que está disponibilizando uma reprogramação da central eletrônica das motos. Segue a integra da mensagem:

A Royal Enfield do Brasil comunica a todos os nossos clientes dos modelos Himalayan 411, Meteor 350, Interceptor 650 e Continental GT 650 que está disponível a atualização do software para a ECU (módulo de controle de injeção). Para realizar o serviço gratuitamente, pedimos por gentileza que entre em contato com uma concessionária autorizada para agendar um horário.

A Royal Enfield não está considerando a ação como um recall, porém. Fica a critério dos proprietários efetuarem a reprogramação ou não. Questionada pelo Motor1.com, a marca afirmou que a atualização do software visa "atualizar as necessidades de mistura de combustível dispostas no Brasil, suas variáveis e a diferente forma de condução do brasileiro, dessa forma acreditamos que conseguiremos atender melhor as necessidades dos nossos clientes".

Ou seja, a marca ouviu as reclamações dos proprietários da Himalayan e deve adereçar as ocorrências de pré-detonação causadas por combustível de má qualidade no Brasil. Interessante notar também que a Royal Enfield se adiantou e também oferece a solução para os demais modelos como a Meteor 350, a Interceptor 650 e a Continental GT 650. 

Para a moto de entrada da empresa no Brasil, a reprogramação também atenderá outra reclamação. Desde o lançamento, a Meteor 350 é acusada de ser fraca, pois tem um limitador que impede a moto de ultrapassar os 120 km/h. Com a atualização, o limitador eletrônico será removido.

Royal Enfield Interceptor 650 2022 -
Notícias mais populares dessa semana