Topics quentes fechar

Manu Gavassi sobre treta de Ícaro Silva e Tiago Leifert: "Odeio linchamentos virtuais"

Cantora compartilhou texto no Instagram se posicionando a respeito da treta envolvendo o ex-apresentador do 'BBB' e o ator, após receber unfollow de Tiago
+
Manu Gavassi, Ícaro Silva e Tiago Leifert (Foto: Reprodução/ Instagram)

Manu Gavassi, Ícaro Silva e Tiago Leifert (Foto: Reprodução/ Instagram)

Manu Gavassi acabou tendo seu nome envolvido na treta do ex-apresentador do BBB Tiago Leifert e do ator Ícaro Silva, que recebeu uma resposta do jornalista após declarar que o reality show da Globo é uma forma de entretenimento medíocre. Em um textão no Instagram, nesta quinta-feira (23), a cantora - que recebeu unfollow de Tiago após curtir post de Ícaro - expôs sua opinião sobre a polêmica.

"Vamos lá fazer algo que faz tempo que eu não faço e já perdi até o jeito que é 'me justificar a respeito de algo que eu não deveria porque não é para tanto'. Eu amo o BBB. Sempre deixei claro esse amor e gratidão. Amo Ícaro. Ele participou do mais grandioso projeto da minha vida, que foi meu álbum visual. Amo o Tiago. Já tivemos conversas incríveis de admiração e respeito e nenhum unfollow vai me fazer amar menos porque não é assim que eu funciono", começou.

"E odeio linchamentos virtuais. (Por qualquer coisa que não seja um crinme). Então quando curto um post (não acredito que estou fazendo uma justificativa de curtida porque vai contra tudo que acredito, mas vamos embora) de um amigo querido que percebeu que se posicionou de maneira um tanto quanto exagerada a respeito de um programa de TV, mas que se dá o tempo de explicar de onde vem essa frustação e contar um pouco de sua trajetória, sua vivência, suas dores, eu sempre vou mandar amor", continuou.

"E não, isso não diminui o meu carinho nem ao BBB e nem ao Tiago. E quando um simples like faz meu nome estar nessa briga midiática que foi tirada de proporção, eu lembro porque é tão mais fácil para mim me esconder das redes sociais e ficar no meu cantinho. Sendo militante porque não consigo evitar, desculpa a fada sensata aqui: me entristece porque não vejo essa comoção pra opiniões misóginas, racistas, homofóbicos ou qualquer outra pauta que realmente vão ferir pessoas", julgou.

"E agora se a militância não diz nada pra você tenho aqui outro argumento: Não vejo essa comoção pra nenhuma notícia do bom trabalho que tanto o Ícaro, quanto o Tiago, eu, Thelminha, Bubú, Grazi e basicamente toda a classe artística, fazemos. Mas vejo essa comoção por conta de uma opinião um tanto quanto exagerada (E de novo pra ficar claro, que não concordo) a respeito de um programa de TV. As coisas estão muito fora de proporção. Ou sempre estiveram e eu que sou inocente demais. Mas sou otimista e sigo aqui no amor e na arte. (Esse final ficou brega, mas é real). Beijos, da sua eterna e com muito orgulho, ex-BBB", concluiu.

Entenda a polêmicaÍcaro causou revolta nas redes sociais ao negar os boatos de que estará no BBB22, que estreia no dia 17 de janeiro. "Gente, respeita a minha história, a minha trajetória, meu ódio por entretenimento medíocre e minha repulsa por dividir banheiro. Parem de acreditar nessa história absurda de que eu cogitaria ir para o Big Boster Brasil", disse ele.

Famosos criticaramMuitos internautas, ex-BBBs e artistas se posicionaram contra. "Não entendi, não devemos 'respeitar a história' ou a 'trajetória' dos colegas que participaram do BBB? Seriam os ex-BBBs pessoas moralmente menores que nós? Devemos respeitar mais uns que outros? Num país com a cultura absolutamente sucateada e com o desemprego gigante, todos que estão aproveitando as oportunidades tem meu máximo respeito. Aliás, até onde eu tinha entendido, gostar é facultativo, respeitar é obrigatório", declarou João Vicente.

Flay, que fez parte do BBB 2020, também se posicionou contra: "Não pensa em participar, ok. Até aí, tudo bem, mas o rapaz se acha tão superior ao programa a ponto de desmerecê-lo desse jeito? Chamar de bosta? Será que gosta quando alguém acha e chama o trabalho dele de bosta? A troco de que, né, eu penso. Esse programa é líder de audiência, é o sustento de tantas famílias, segue crescendo e sendo o maior do país há tempos, além de mudar a vida de quem passa por lá de forma tão honesta quanto o seu trabalho (suponho), não sei. Desce daí, papi, tenha respeito pela galera, você é artista, sabe o quanto o meio do entretenimento/arte/mídia tem altos e baixos. Humildade e pé no chão, filho, faz bem pra todo mundo."

Mas foi o post de Tiago Leifert, ex-apresentador da atração, que mais repercutiu. Ele disse que o lucro do BBB pagava o salário do ator.

"Meu sossego foi interrompido por um tweet do ator @icaro. Oi, Ícaro, sou o ex-apresentador do BBB. Não vou tentar mudar sua opinião: você tem total direito de achar qualquer produto 'medíocre'. Assim como eu, por exemplo, posso dizer o que eu penso de você: você é um excelente ator. Contudo, sua opinião sobre realities não é uma crítica construtiva e, sim, apenas uma agressão gratuita a quem nunca te fez mal (aliás, não só não te fizemos mal como provavelmente pagamos o seu salário nessa última aê!). Achar que o que você faz é superior não é baseado em fatos, é arrogância mesmo. Nenhuma métrica é capaz de dar embasamento ao que você escreveu: nem audiência, faturamento, repercussão, relevância, etc. Só seu gosto pessoal está do seu lado nessa, mas ele deixa de ser pessoal quando você o escreve na rede social. Mesmo apagando depois. Eu também pretendo apagar esse post aqui", disse.

"Respeita nossa história, nossas equipes e o entretenimento que a gente proporciona. Se você realmente acredita no que você escreveu, você deveria ser adulto e nunca mais aceitar trabalho de nenhuma empresa que promova o entretenimento que você acha ruim. Que tal? Qual seu plano pra 2022? Alguma novela? Talvez seja hora de repensar, não se misturar com produtos inferiores a você. Vai firme e feliz ano novo", finalizou o apresentador.

Contra-ataqueÍcaro rebateu Leifert e ganhou apoio até de ex-BBBs como Manu Gavassi, Thelma Assis e Babu Santana.

"Li sua cartinha e fiquei positivamente tocado pela contemplação do teu tempo. Imagino que para ter escrito um textão desse (o que não ocorreu nos casos de racismo, intolerância religiosa, misoginia, homofobia e abuso sexual no programa que você apresentava) é porque de fato de atravessei, o que sinceramente me envaidece como artista. Impressionante como tem coisa que passa e outras que interrompem nosso sossego, né?", disse ele a Leifert.

"Coisas importantes a serem ditas: Eu respeito profundamente a trajetória de quem esteve em reality shows e soube daí se impulsionar na direção dos seus sonhos. Por mais que eu não seja um entusiasta do entretenimento que os realities desse tipo proporcionam, não tenho nem a capacidade moral de questionar quem, pelos próprios motivos, embarca nessa proposta. Eu já participei de 3 reality shows e um deles, o 'Show dos Famosos' (entretenimento de altíssima qualidade), foi decisivo para a minha carreira", continuou.

"Minha opinião, expressa, confesso, com certa raiva diz respeito à cultura da exposição e exploração humanas ao extremo da qual sobrevivem os realities de confinamento, mas muito também à baixeza moral da 'imprensa' de fofoca, que insiste em usar o meu nome para propagar fake news. De uma forma ou de outra, meu objetivo foi alcançado: desmentir os rumores de que eu estaria no BBB."

Notícias semelhantes
Notícias mais populares dessa semana