Notícia: 16a Mostra CineBH trouxe o público de volta às salas de cinema em 11 espaços da capital mineira com programação gratuita para todas as idades

Notícia: 16a Mostra CineBH trouxe o público de volta às salas de cinema em 11 espaços da capital mineira com programação gratuita para todas as idades

home • notícias • 16a mostra cinebh trouxe o público de volta às salas de cinema em 11 espaços da capital mineira com programação gratuita para todas as idades

De 20 a 25 de setembro, durante seis dias de programação intensa e gratuita, a 16ª CineBH - Mostra Internacional de Cinema de Belo Horizonte, realizada entre os dias 20 e 25 de setembro, beneficiou mais de 15 mil pessoas, alcançou mais de 1,2 milhão pessoas nas redes sociais,  a plataforma do evento foi acessada por mais de 50 mil pessoas  de 48 países  e o evento ocupou  11 espaços da capital mineira: Casa da Mostra, Cine Theatro Brasil Vallourec, Una Cine Belas Artes, Cine Humberto Mauro, Sala de Cinema Minas Tênis Clube, Cine Sesc Palladium, Cine Santa Tereza, Teatro Sesiminas, Filme de Rua, Cinema na Fachada - Espanca e Praça da Liberdade, contratou mais de 150 empresas, gerou mais de 800 empregos diretos e indiretos favorecendo a empregabilidade e o desenvolvimento social, humano e econômico.

A 16a CineBH realizou atividades gratuitas para todas as idades e públicos, numa temporada audiovisual de formação, reflexão, exibição e difusão do cinema brasileiro em intercâmbio com outros países e em conexão com outras artes e a cidade. Um espaço de formação, intercâmbio, lançamento e discussão da mais significativa produção cinematográfica atual. Um espaço de perspectivas e possibilidades do cinema do presente e do futuro. Além da programação presencial, o evento ofereceu também atividades no formato online, sessões de cinema e debates pela plataforma www.cinebh.com.br.

"A Mostra CineBH é mais que um evento audiovisual -  é um empreendimento em favor do fortalecimento e internacionalização do cinema brasileiro – polariza importantes ações acessíveis a todos os públicos, amplia a participação do Brasil no cenário da coprodução internacional, fruto de um trabalho coletivo, coerente e persistente. Representa um fórum de oportunidades que acontece na capital mineira, que estimula a diversidade, a pluralidade da nossa cinematografia e coloca novos paradigmas em debate", destaca Raquel Hallak, coordenadora geral do evento.

A partir desta edição, a Mostra CineBH terá sangue latino. Com a temática "Cinema Latino-americano: quais as imagens da internacionalização?, apresentou uma nova configuração conceitual e de programação com a introdução da Mostra Continente. Trouxe uma visão mais próxima do cinema latino-americano, seus olhares e processos criativos, com uma seleção especial que mostrou toda riqueza e desafios do fazer cinema na América Latina. Foi amplamente debatida a relação entre o que se produz no cinema dos países latino-americanos e o que efetivamente chama a atenção nas telas mundiais, com destaque para as oportunidades e desafios durante o período de pandemia e o que é preciso para ultrapassar esses muros. A curadoria deste ano tem coordenação geral de Cleber Eduardo e equipe curatorial formada por Camila Vieira, Marcelo Miranda, Ester Fér, Maria Trika e Pedro Butcher.

A 16a Mostra CineBH reuniu uma seleção de  116 filmes nacionais e internacionais, em pré-estreias e mostras temáticas, vindos 20 estados do Brasil (AL, AM, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MT, PA, PE, PI, PR, RJ, RR, RS, SC, SE, SP) e de 22 países (Alemanha, Argentina, Bolívia, Brasil, Catar, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Equador, EUA, França, Guatemala, Holanda, México, Noruega, Paraguai, Portugal, Reino Unido, República Tchena, Suiça, Uruguai e Venezuela) em 75 sessões de cinema.

Em diálogo e conexão com as cidades que integram a GrandeBH, o evento realizou a Mostra A Cidade em Movimento - que teve como temática central a proposta "Olhar a cidade", sob a curadoria de Paula Kimo.  A programação contou a exibição de 20 filmes independentes produzidos na Região Metropolitana de Belo Horizonte e a realização de cinco rodas de conversa que reuniram cineastas, produtores e convidados especiais para dialogar sobre a vivência urbana diante de contextos sociais propostos pela curadoria de cada edição.

A homenageada desta edição foi a atriz mineira Rejane Faria, que se destaca por seus trabalhos no teatro, cinema, TVs e plataformas de streaming e é uma das protagonistas do filme “Marte Um”, que fez parte da programação da CineBH e está indicado para concorrer ao Oscar 2023. Ela recebeu o Troféu Horizonte 2022 na abertura da 16a CineBH, em uma noite marcada por participações de artistas, grupos e coletivos sociais que representaram diversas comunidades e levaram muita música e emoção para o Cine Theatro Brasil Vallourec, para centenas de pessoas.

Em paralelo a 16a Mostra CineBH, foi realizado no mesmo período o 13º Brasil CineMundi - o evento de mercado do cinema brasileiro. Em 2022, 41 convidados (representantes da indústria mundial do audiovisual) de 13 países - Alemanha, Argentina, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Cuba, Espanha, França, Itália, Noruega, Uruguai e Suíça, marcaram presença na capital mineira para conhecer e fazer negócios com os 41 projetos selecionados em cinco categorias, sendo quatro para trabalhos em desenvolvimento: “Horizonte” (representam o horizonte de temas, diversidade e criação do audiovisual brasileiro), “Doc Brasil Meeting” (documentários), “Foco Minas” (projetos de Minas Gerais) e “Paradiso Multiplica” (no segundo ano de parceria com o Projeto Paradiso, incubadora de talentos). A quinta categoria, “Wip – Primeiro Corte”, é dedicada a para projetos em fase de pós-produção com um primeiro corte (“work in progress”). Os projetos foram selecionados por um comitê composto por colaboradores nacionais e internacionais: Paulo de Carvalho (Alemanha), Gudula Meizolt (Suíça), Severine Roinssard (França), Pedro Butcher e Lila Foster (Brasil) e integrantes da Universo Produção.

Todos os projetos selecionados  participaram do CineMundi Lab e receberam consultorias com tutores especializados, mentorias de roteiro, participaram do laboratório de desenvolvimento, atividades de formação  e nas rodadas de negócios, os projetos tiveram a oportunidade de encontros individuais com profissionais nacionais e internacionais interessados em coprodução e vendas e, ainda  concorreram a vagas nos eventos de mercado parceiros do CineMundi e premiação oferecida pelos parceiros do Brasil CineMundi. Os projetos da categoria Horizonte foi avaliada  Júri Oficial composto pelos produtores  Sara Silveira (Brasil), Sophie Erbs (França) e Dirk Manthey (Alemanha)

No Programa de Formação, foram realizadas 59 atividades formativas - uma oficina, 3 labs de roteiro, um laboratório de desenvolvimento, 4 masterclasses, 2 workshops internacionais, 10 debates, 5 rodas de conversa, 13 sessões comentadas, 16 mentorias de roteiro, 4 consultorias.  Da oficina “Análise de Estilos Cinematográficos”, sob o comando do crítico  Juliano Gomes (RJ) sairá a seleção dos cinco estudantes universitários que irão integrar o Júri Jovem, da 26a Mostra de Cinema de Tiradentes, em janeiro de 2023.

O coordenador do Programa de Cinema da Universidad Mayor de San Andrés (UMSA), Sebastian Morales, foi o crítico convidado que ministrou as três masterclasses que fizeram parte da Mostra Diálogos Históricos. E os workshops internacionais sobre “Coprodução Internacional” e “Os Novos Modelos de Trabalho Colaborativo na Íbero-América” contribuíram para que os participantes pudessem conhecer os caminhos de uma coprodução e as alternativas de atuação no segmento da economia criativa.

Para o público infantil, a CineBH realizou as Sessões Cine-Escola com direito a pipoca e intervenção circense. Mais de 1.500 alunos da rede de ensino público de Belo Horizonte, entre cinco e 14 anos participaram das sete sessões de cinema. A Mostra também animou a cidade, em diversos locais, com a seleção de filmes da Mostrinha, que contou com a presença dos personagens da Turma do Pipoca, apresentações circenses, show de mágica e teatro de rua.

E, pela primeira vez em sua história, a Praça da Liberdade, um dos principais cartões-postais da cidade, recebeu a instalação do Cine-Praça com plateia para 300 pessoas. Sessões de cinema para a criançada e para o público adulto a céu aberto foram um dos destaques da programação e se divertiram sob a luz das estrelas com comédias nacionais e também curtas-metragens e apresentações circenses e teatro de rua.

A exposição virtual “CineBH em 15 Anos”, também foi uma das atrações do evento, e está disponível na plataforma www.cinebh.com.br. Ela apresenta uma volta à história da mostra de cinema e valoriza as imagens e momentos que marcaram cada edição.

"A cada edição, a Mostra CineBH e o Brasil CineMundi renovam o compromisso de estabelecer parcerias produtivas a favor do cinema brasileiro, criando oportunidades de negócios, de inserção de projetos e profissionais brasileiros em eventos de mercado e festivais internacionais. Marcam um tempo sublime de ideias, encontros, crítica e discussões. Iniciativas que contribuem positivamente para aproximar povos e continentes, estabelecer o diálogo entre as culturas, ampliar possibilidades de inserção do cinema brasileiro no mercado global", finaliza Raquel Hallak, coordenadora geral do evento. .

Acompanhe o programa Cinema Sem Fronteiras 2022.

Site oficial: www.cinebh.com.br e www.brasilcinemundi..com.br

No Instagram: @universoproducaoNo Youtube: Universo Produção
No Twitter: @universoprodNo Facebook: brasilcinemundi/cinebh / universoproducao
No LinkedIn: universo-produção
Informações pelo telefone: (31) 3282-2366

SERVIÇO: 16a CINEBH - MOSTRA INTERNACIONAL DE CINEMA DE BELO HORIZONTE
13º BRASIL CINEMUNDI - INTERNACIONAL COPRODUCTION MEETING
20 a 25 de setembro de 2022

LEI FEDERAL DE INCENTIVO À CULTURA
ESTE EVENTO É REALIZADO COM RECURSOS DA LEI MUNICIPAL DE INCENTIVO À CULTURA DE BELO HORIZONTE

Patrocínio: ITAÚ,MATER DEI, CEMIG
Parceria Cultural: SESC EM MINAS E CASA DA MOSTRA

Parceria e Cooperação Brasil CineMundi: EMBAIXADA DA FRANÇA NO BRASIL, INSTITUTO GOETHE, ENCUENTROS BIOBIOCINE (Chile), CONECTA (Chile), DOCMONTEVIDEO (Uruguai), DOCSP (São Paulo), NUEVAS MIRADAS (Cuba), FESTIVAL INTERNACIONAL DE DOCUMENTÁRIOS DE MONTREAL - RIDM (Canadá), MAFF – FESTIVAL DE MÁLAGA(Espanha), TORINOFILMLAB (Itália), VENTANA SUR (Argentina),  WORLD CINEMA FUND (Alemanha), PROJETO PARADISO (Brasil)

Apoio: CAFE 3 CORAÇÕES, UNA, INHOTIM, DOTCINE, MISTIKA, PARATI FILMS, O2 PLAY, CTAV, NAYMOVIE, SESI/FIEMG, INSTITUTO UNIVERSO CULTURAL, FUNDAÇÃO CLÓVIS SALGADO, FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE CULTURA

Idealização e realização: UNIVERSO PRODUÇÃO

SECRETARIA ESPECIAL DE CULTURA | MINISTÉRIO DO TURISMO

Foto: Divulgação

Notícias semelhantes