Central do Brasil: A personagem real que inspirou o filme com Fernanda Montenegro

5 dias voltar
Fernanda Montenegro

Inspiração De Fernanda Montenegro: A Verdadeira Dora

Estação ferroviária da D. Pedro II - Fernanda Montenegro

É comum perguntar a alguém quais são os filmes brasileiros mais marcantes da história e é muito provável que "Central do Brasil" seja mencionado. Esse foi o último filme brasileiro indicado ao Oscar de Melhor Filme Internacional (na época chamada de "Melhor Filme Estrangeiro"), que também trouxe uma indicação para Fernanda Montenegro como Melhor Atriz. É considerada uma das histórias mais emocionantes já produzidas no Brasil, e muitos não sabem que ela foi inspirada em personagens reais.

Sob a direção de Walter Salles, o filme "Central do Brasil" narra a trajetória de Dora, uma ex-professora desiludida que sustenta-se escrevendo cartas para analfabetos na Estação Central do Brasil, no Rio de Janeiro. Ela costuma perder a paciência com seus clientes e, muitas vezes, fica com o dinheiro sem enviar as cartas. Um dia, Josué, filho de nove anos de uma cliente, fica órfão após a mãe falecer em um acidente de ônibus. Dora reluta em cuidar do garoto, que acaba desamparado na estação, mas decide acompanhá-lo em uma jornada pelo Nordeste em busca do pai desconhecido de Josué.

A envolvente narrativa de Dora e Josué é baseada na real jornada de vida de Socorro Nobre, a pessoa que propositadamente é mostrada no início do filme.

Quem Foi Socorro Nobre?

Estação Central - Ajuda Preciosa

Maria do Socorro Nobre estava cumprindo pena no presídio feminino na Mata Escura, em Salvador (BA), por ter sido condenada em 1988 por estar envolvida no homicídio de seu próprio irmão. Sua história ganhou notoriedade mundial quando, em 1993, ela enviou uma carta para o renomado artista Frans Krajcberg, que era pintor, escultor e fotógrafo, de origem polonesa, mas naturalizado brasileiro. Encantado com a carta, Krajcberg a compartilhou com Walter Salles, que na época estava filmando o documentário "Frans Krajcberg, o Poeta dos Vestígios".

Também maravilhado, Salles ficou motivado a dirigir um documentário sobre a comunicação por cartas. O filme foi lançado em 1995, sob o título "Resposta Nobre".

Segundo a descrição oficial, o filme aborda a troca de cartas entre o pintor que imigrou durante a Segunda Guerra Mundial e a detenta.

Maria do Socorro Nobre, detenta, tem conhecimento do trabalho do escultor Frans Krajcberg, que utiliza sua arte como forma de combater o desmatamento das florestas do Brasil. Ela começa a trocar correspondências com o artista, onde compartilha suas aspirações de liberdade e de reconstruir uma nova vida após cumprir sua pena. Temas como liberdade, respeito e qualidade de vida são abordados por meio dos relatos de vida dessas duas pessoas tão distintas que desenvolveram uma amizade, de acordo com o Laboratório de Imagem e Som em Antropologia da USP.

Segundo o Correio 24 Horas, Walter Salles dedicou anos após o lançamento do documentário para encontrar uma maneira de transformar a história de Socorro em um filme de ficção. E é exatamente isso que vemos em "Central do Brasil": Socorro, entre um momento e outro, escrevia cartas, listas de compras e recados para as amigas analfabetas da cadeia.

Em entrevista concedida ao jornal Folha de S. Paulo em março de 1999, ele mencionou que ocupava seus dias na prisão trabalhando na cozinha e frequentando cursos profissionalizantes. Nas horas vagas, se dedicava à escrita das correspondências das companheiras de cela. Sua mãe, que não sabia ler nem escrever, costumava pedir que ele redigisse as cartas para enviar aos familiares.

Ajuda, que foi liberada do presídio em condicional em 1995, só ficou sabendo do filme quando os ensaios já estavam em andamento. Em uma entrevista para a Folha, ela revelou que foi convidada por Salles a ir para o Rio de Janeiro em 1996, sem explicar o motivo. "Quando cheguei lá, os ensaios para as filmagens já tinham começado. Ele me pediu para escrever uma carta, como se fosse para alguém querido que estivesse preso. Eu escrevi. Depois a Fernanda Montenegro apareceu para gravar e ele disse: 'Dite a sua carta'. E foi o que eu fiz", explicou. A cena resultante é a primeira do filme.

Atualmente, é desconhecido o paradeiro de Socorro Nobre. O filme "Central do Brasil" pode ser assistido online na Netflix e no Globoplay.

"Superior, O Urso e outras novidades: Lançamentos nos serviços de streaming em julho de 2024"

Ler mais
Notícias semelhantes
Notícias mais populares dessa semana